Subscribe:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Eu sou o escolhido...


Em homenagem ao querido anônimo que escreveu:
Nada a ver,cara!!Eu amo HP e Crepúsculo. Sai dessa!!! Eu tava te seguindo, agora não vou mais!!!
por Gustavo D.

Primeiras informações do box de "Relíquias da Morte - Partes 1 e 2" em 3D na França

Como já noticiamos aqui, começa agora a temporada de divulgação dos boxes das edições especiais dos filmes da série 'Harry Potter'! Hoje a sucursal francesa da gigante de vendas on-line, Amazon, divulgou a pré-venda da edição de colecionador de "Relíquias da Morte" (ambas as partes).

A edição vem com seis discos Blu-ray: dois discos contendo o filme em 2D traidicional, 2 discos de extras, um relativo a cada parte, e mais dois discos contendo o filme em Blu-ray 3D (atenção, o filme em 3D necessita de leitor e de TV com esta capacidade).

Além disso, a previsão de lançamento é para o dia 30 de novembro de 2011, na França.


ATENÇÃO: A IMAGEM DO DVD PACK FOI REMOVIDA A PEDIDO DA WARNER BROTHERS, VISTO QUE A ARTE NÃO É A FINAL.

Ainda não temos informações sobre quais serão os produtos em DVD e Blu-ray disponíveis no Brasil, tampouco datas de lançamento, apesar de uma fonte anônima ter afirmado para nós que há um movimento da produtora para lançar o DVD e Blu-ray por aqui no início de dezembro deste ano!

por Gustavo D.

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Bem assim...


por Gustavo D.

Bem que poderia ter acabado assim...

Ta acordado?
Sim
Mamãe disse que as panquecas estão prontas.

Colaboraçãozinha da Jade (:

por Gustavo D.

Emma Watson fala sobre suas personagens pós-Potter

Como parte da campanha de promoção da sua nova linha de perfumes da marca Lancôme, a atriz Emma Watson concedeu uma entrevista para a revista francesa Madame LeFigaro falando sobre as personagens de cinema que está interpretando agora que a saga Harry Potter chegou ao fim.

Como todos os fãs sabem, Emma trabalhou em dois longa-metragens após o final da saga potteriana: My Week With Marilyn e The Perks of Being A Wallflower. Na entrevista, a atriz comenta que buscou interpretar personagens que fossem muito diferentes da inteligente e mandona Hermione, que lhe acompanhou por dez anos.

Você pode conferir a entrevista traduzida logo abaixo:

Que tipos de papéis você tem aceitado desde o final de Harry Potter?
Emma Watson: Bom, eu escolho as personagens que sejam o mais diferente possível de Hermione.

Por quê?
Emma Watson: Porque eu cresci com ela; aquela garota é esperta e é grande parte de mim. Algumas vezes eu até sonho com isso, imaginando as suas aventuras. É muito duro ter que se distanciar do mundo de Harry Potter. Eles eram minha família, nós vivíamos juntos. Daniel Radcliffe é um cara adorável, generoso e energético. É meio estranho, mas a cumplicidade que une Harry, Rony e Hermione era refletida na vida real. Eu me senti triste, desestabilizada. Harry Potter era meu casulo. Agora eu vou ter que encontrar minhas marcas, meu rumo, um novo universo.

A estudante de nome Sam, que você interpreta em “The Perks of Being a Wallflower”, do diretor Stephen Chbosky, é uma “trouxa”. Esse é um bom começo?
Emma Watson: Voila! Uma garota moderna, sem magia. Ela teve uma infância difícil, ela não costuma amar muito e vai achar o seu equilíbrio e confiança numa amizade platônica com um garoto. Foi muito difícil de fazer esse papel. Sam é muito diferente de mim.

Você também interpreta o papel de uma assistente de design no filme “My Week With Marilyn”, com o Simon Curtis…
Emma Watson: Sim, foi ao mesmo tempo engraçado e trágico, já que foi a evocação do último filme sobre Marilyn Monroe. Trabalhar com Kenneth Branagh e Michelle Williams foi algo que me jogou de vez num mundo muito adulto.

Marilyn é um modelo para você?

Emma Watson: Ela e Ava Gardner eram as duas mulheres mais bonitas da era dourada de Hollywood. Todo aquele sex appeal, aquele glamour… Mas eu me sinto mais próxima das atrizes mais naturais, humanas, como Natalie Portman e Julia Roberts.

Você se sentiria seduzida a seguir uma nova carreira algum dia?
Emma Watson: É verdade que eu não ligaria de ser uma escritora. Mas eu comecei a me dar conta de que a minha carreira como atriz é muito importante para mim. É parte da minha vida. Provavelmente porque eu cresci em meio à mágica do cinema!

por Gustavo D.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

HP Albums cover

HP Albums cover

Colaboração da nossa querida Jade Arbo (:
por Gustavo D.

domingo, 28 de agosto de 2011

J. K. Rowling figura na lista das 100 Mulheres Mais Poderosas do Mundo da revista Forbes

Todo ano, é praxe entre as listas da reconhecida revista americana Forbes, a criação de uma lista destinada exclusivamente às mulheres. Nessa lista, a das 100 Mulheres Mais Poderosas do Mundo de 2011, figurou a criadora de 'Harry Potter', J. K. Rowling, que não apareceu no ranking do ano anterior.

Segundo a Forbes, as mulheres presentes nessa lista não figuraram apenas por estarem no topo, mas por estarem em meio a grandes eventos e outros projetos. Para a revista, "o poder delas deriva e deve derivar do dinheiro, sim, mas também (graças a mídia antiga, nova e social) por alcance e influência."

J. K. Rowling apareceu no ranking de 2011 como a 61º mulher mais poderosa, uma colocação válida, já que a autora, como já citado, não apareceu no do ano de 2010. A Presidente do Brasil, Dilma Roussef, aparece na 3ª posição.

Para quem quiser conferir a lista completa das 100 Mulheres Mais Poderosas do Mundo de 2011, que ainda traz Angela Merkel, Hilary Clinton, Michele Obama, Oprah Winfrey, Gisele Bundchen, Beyoncé Knowles, Ellen Degeneres, Lady Gaga e Angelina Jolie, basta clicar aqui.

Continuem ligados para novas informações!

por Gustavo D.

sábado, 27 de agosto de 2011

Reações...


Colaboração da nossa querida Aline Freitas!

por Gustavo D.

Problemas à vista!

O roteirista e diretor do filme trash "Troll - O Mundo do Espanto" de 1986, John Carl Buechler, há algum tempo insinua que J. K. Rowling dar o nome Harry Potter ao seu protagonista foi um plágio, pois esse é o nome de um dos personagens de sua obra, lançada antes dos livros de Harry Potter.

Agora, Buechler decidiu dar sequência a história com um filme cujo título está causando polêmica. O nome do filme seria "The Troll: The Rise of Harry Potter" (Troll: A Origem de Harry Potter), uma forma de causar incômodo à Warner Brothers e J. K. Rowling. O conhecido advogado Thomas Girardi, conhecido por suas causas contra estúdios de Hollywood, já foi contratado para garantir o lançamento.

Ed Lozzi, porta-voz do filme, descreveu rapidamente o projeto e a relação com a história de Rowling.
"O filme original foi idealizado, escrito e dirigido por John Carl Buechler em 1986. O filme conta as aventuras de Harry Potter Jr. depois de sua irmã Wendy ser atacada e possuída por uma mago das trevas, apresentando-se como um troll no apartamento da família Potter. [...] Esse filme não é uma continuação da história do corajoso jovem bruxo de J. K. Rowling. É sobre o outro garoto querido por todo mundo com poderes mágicos, Harry Potter Jr., e seu pai Harry Potter."
O advogado contratado pelos produtores falou sobre a legalidade e possíveis problemas com J. K. Rowling:
"Mesmo que o tema dos outros filmes pareça familiar, o proprietário de Troll decidiu não processar J. K. Rowling ou a Warner Bros. por causa de uma tragédia na família na época. Eles somente puseram isso em banho-maria e adiaram o assunto até agora. [...] Não há problema algum em fazer um remake de Troll já que qualquer uma pode fazer remake de algo que lhe pertença. Todo mundo sabe que esse material é nosso. Nós fizemos o filme anos antes de Rowling aparecer com o livro dela."
Confira o trailer de cinema do primeiro filme:

O jovem ator Harrison Bliss deve interpretar Harry Potter Jr. no remake, papel que coube a Noah Hathaway no original. Essa é uma das poucas informações fornecidas pelo IMDb.

por Gustavo D.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

[COLUNA] HP: um clássico da literatura universal ou moda?

Harry Potter: um clássico da literatura universal ou moda?


Mais de uma vez tive a oportunidade de presenciar e participar de ligeiros debates sobre o caráter clássico ou não da série escrita por J.K. Rowling e, mais de uma vez defendi seu posto de clássico. Alguns analistas acusam a saga Harry Potter de ser mera moda. Moda?! Evitarei dizer algumas palavras nada inocentes contra essa afirmação injuriosa em respeito a você, leitor do OG (e para evitar que Gustavo me transfigure naquele passarinho azul que ele colocou pulando entre as postagens uma época atrás). O que muitos analistas desprezam é o fato de que nenhum clássico foi escrito para virar clássico, os leitores elegem algo a clássico independente do que os críticos de plantão disseram ou deixaram de dizer sobre a obra posteriormente elevada à clássico da literatura.

Sim, Aline, o que viria a ser então um clássico? Para defender a categoria justa à série Harry Potter, basta levantar um princípio básico que caracteriza obras imortais: a inesgotabilidade. Ou como afirma brilhantemente Calvino: "Um clássico é um livro que nunca terminou de dizer aquilo que tinha para dizer". E o que são as aventuras do menino bruxo senão uma estória que permite uma infinita gama de continuidade? Muitos se perguntam o que envolve e segura uma legião de fãs ao redor do mundo mesmo depois da “conclusão” da saga, o que leva milhares de pessoas a continuarem lendo e relendo os livros, voltado com vontade redobrada para cada capítulo, o que as estimula a repassar, a defender. E eu respondo: a inesgotabilidade, meus queridos. Sim, o singular mundo paralelo tão bem tecido que chega a quase convencer, os conceitos, os mitos, a linguagem mesclada entre o acessível e o particularmente inusitado. A ausência de fim, a impotência do ponto final no livro sete é o que faz dessa coleção algo infinito em significados e possibilidades. O pessoal do fandom que o diga!

É essa infinitude que seduz e que transcende o tempo e o espaço, não há data nem localização geográfica que prenda a série, ela é eterna. A eternidade de uma obra literária depende também de um outro elemento essencial que é a independência temporal. Assim, ela não deve depender de um tempo, de um fato, de um lugar. Harry Potter é impressionantemente livre de tempo e espaço. J.K. Rowling trabalhou brilhantemente situações humanas perfeitamente atuais e universais em essência, libertando a obra da temporalidade e espaço quando situou as ações num mundo à parte, um mundo que não pode ser acusado de óbvio ou clichê, trata-se sim de um mundo com elementos pré-conhecidos, mas com uma abordagem diferente e envolvente.

A despeito das acusações infundadas de foco e interesse na bruxaria (quem chega a essa conclusão certamente não se deixou envolver pelo prazer literário), as obras de J.K. fundamentam-se no valor da instituição familiar quando mostra o quão desumano é estar privado desse tipo de convívio e o quanto é desejável e bom, além disso há nas obras da série uma constante recorrência à valorização da amizade, à luta contra o preconceito e principalmente, expõe implicitamente que todos temos o bem e o mal dentro de nós. Rowling, como os leitores bem perceberam em suas reiteradas leituras, não criou heróis perfeitos. Ela nos mostrou sucessivas vezes personagens “bons” cometendo erros atrozes, por vezes recaiam na prática das falhas que apontavam nos alcunhados de “maus” e no fim, todos acabavam sendo apenas humanos, seres suscetíveis de falhas e de redenção.

A série não é apenas uma superficial sequência de aventuras, esse ponto é apenas o glacê do bolo, o recheio está carregado do mais vasto trato sobre as complexidades da vida, da morte, da sociedade e cultura. Existe nos volumes e, em forma notoriamente crescente, o elemento universalista, não se trata de descrições de situações só possíveis em um ponto restrito do mapa ou do tempo, como já foi dito, são coisas perfeitamente naturais às relações humanas em qualquer lugar, vem daí mais um dos pontos de encanto que envolve leitores de todos os cantos do planeta: a facilidade de identificar-se com os fatos, sentimentos e posturas descritas nos volumes. A identificação leitor/obra é um ponto crucial para seu repasse e eternidade.

Um outro ponto característico de um clássico é o nível de impacto que ele provoca na mente do leitor. Podemos acusar Harry Potter de não haver feito nem cócegas em nossos cérebros? Definitivamente o dia em que nossa geração leu o primeiro livro de HP, teve cravada na mente, de modo perpétuo, o momento em que nós,"trouxas", tivemos acesso aos portões de um mundo extraordinário, construído de modo encantadoramente criativo, onde amizade, força de vontade, arrependimento sincero em busca de redenção, nobreza de propósitos, são mais fortes que o ódio, a inveja, rancor e desejo destrutivo por poder. Vale lembrar que esses são pontos muito atuais e palpáveis no dia-a-dia da atualidade e, independente de qualquer coisa, o será daqui há décadas. A série trás consigo um conjunto de relações e de ideias que nos diz de modo claro que mesmo dentro de um tempo conflituoso, o ser humano pode e deve encontrar espaço para coisas simples como conversar com um amigo, rir de uma situação difícil com a sincera e doce intenção de torná-la mais amena e que o tempo não se detém por nada e ninguém, avança indiferente, e por esta justa razão devemos fazer-lhe o melhor uso e vivenciá-lo da melhor forma que formos capazes, até porque, caros amigos potterianos, não temos uma professora de transfiguração para nos emprestar um “vira tempo”. E no final, seremos nós, como Harry, Gina, Rony e Hermione, dezenove anos depois, embarcando a nova geração no expresso de Hogwarts rumo a uma clássica, imortal e maravilhosa viagem à escola de magia e bruxaria que visitamos por mais de uma década e que continuaremos a visitar como mortais, ou fantasmas pelos corredores (Juro não me aliar à Pirraça). Uma moda, meus amigos, não suporta dez anos e nem tem ânimo para voltar-se de olhinhos brilhando para o porvir. E definitivamente, Harry Potter é um clássico da literatura universal, meus sobrinhos-netos confirmarão isso, e os netos destes, e os netos dos netos...

Aline Freitas

por Gustavo D.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

[SA] 4º DESAFIO: Fotográfico

Caros bruxos, bruxas e demais criaturas mágicas participantes do Satolep’s Army.

Eis que retornamos, após certo hiato, com um desafio para agitar esta véspera de 1º de Setembro. Enquanto a grande locomotiva vermelha não parte, que tal lembrarmos nossa queria escola de Magia de Bruxaria de Hogwarts através das lentes de nossas câmeras fotográficas? – estes maravilhosos pedaços de tecnologia trouxa!

A proposta é a seguinte: Tire uma foto sua – sozinho ou com seus amigos – em algum lugar da sua cidade que lhe lembre Hogwarts, segurando ou mostrando algo que remeta à casa de Hogwarts a qual você pertence. Envie a foto até 31 de agosto para satolepsarmy@gmail.com, e tome cuidado para não perder o trem! Incursões à escola com certo Ford Anglia Azul estão terminantemente proibidas desde a posse de McGonagall como diretora!

PS: Os que aparecerem nas fotos segurando o ticket para a plataforma, distribuído pelo Satolep’s Army no ano passado, receberão destaque no site e uma insígnia!

PS²: Regras técnicas: Manipulação da imagem é permitido, desde o cenário não seja modificado, podendo ser feitas apenas correções de pele e ajustes de cor. Não serão aceitas montagens fotográficas.



por Gustavo D.

[Revelações] Pottermore traz mais informações inéditas sobre a série 'Harry Potter'!

Como já é sabido por todos, o Pottermore é uma experiência de leitura on-line criada pela autora da série 'Harry Potter', em parceria com empresas de tecnologia como a Sony. No Pottermore vão ser revelados detalhes nunca antes publicados por J. K. Rowling acerca dos personagens, acontecimentos, feitiços,...

Mas, se você ainda não tem acesso ao Pottermore, avisamos desde já que o texto que se segue abaixo contém conteúdo inédito do portal, e que se você deseja descobrir as novidades por si só, procure outra notícia no OG para ler...

Novos cards dos sapos-de-chocolate colecionáveis do sistema Pottermore foram divulgados na rede. Entre esses novos cards figuram personalidades já conhecidas como Merlin ("Príncipe dos Feiticeiros"), Morgana, Alvo Dumbledore, Gódrico Grifinória (duelador de destaque), Helga Lufa-Lufa (a qual tinha aptidão para feitiços relacionados com gêneros alimentícios), Rowena Corvinal (brilhante), e Salazar Sonserina (ofidioglota e legilimenciador).

O grande destaque, porém, vai para os novos personagens divulgados como Circe, que era um ancião Grego que viveu na ilha de Aeaea, e era um especialista em transformar piratas perdidos em porcos. Também temos Paracelsus, um renomado físico, alquimista e cirurgião do século dezesseis. Hengist de Woodcroft, retirado de sua casa por perseguidores trouxas, Hengist supostamente se estabeleceu na Escócia, onde fundou a famosa vila bruxa de Hogsmeade. A hospedagem "Três Vassouras", segundo os dizeres, era o local em que Hengist morava. Por último, mas nao menos importante, temos Cliodna, uma conselheira irlandesa, a qual era uma bruxa notável que descobriu as propriedades mágicas do orvalholunar.

Além dos cards, novos feitiços, muito pouco ou não-citados nos livros, foram divulgados no Pottermore. Abaixo você confere o nome e a utilidade de cada um:
• Feitiço de Pernas-Bambas: Locomotor Wibbly
• Feitiço Grudarápido (pés grudando ao chão): Colloshoo
• Feitiço de Cócegas - Titillando
• Feitiço Língua-Presa (em um nó) - Mimble Wimble
• Feitiço dos Truques [?] (nariz escorrendo): Mucus ad Nauseam
• Azaração andar-para-trás - Flipendo
• Azaração das Espinhas (elas estouram) - Furnunculus (apesar de que quando usada por Harry em "Cálice de Fogo", furúnculos explodiram)
Ao passo que os estudantes do Pottermore forem avançando em seus estudos, mais feitiços, personagens e histórias vamos ficar sabendo!

Para os vários brasileiros que se registraram para o acesso beta do Pottermore no início do mês, as cartas de boas-vindas serão enviadas até a data-limite de 30 de setembro de 2011, ou seja, até o final do próximo mês. Dessa forma, fique paciente pois mais cedo ou mais tarde, todos os usuários beta receberão o tão esperado e-mail!

por Gustavo D.

Feliz aniversário, Rupert Grint!

O ator Rupert Grint, intérprete do personagem fictício Rony Weasley na série 'Harry Potter', está completando 23 anos de idade hoje, dia 24 de agosto. Ele nasceu em Hertfordshire, Inglaterra.

Na série 'Harry Potter', ele atuou em todos os filmes. Ele sempre foi muito fã da série e até já tinha lido todos os livros que haviam sido lançado até a época. Quando soube através do "Newsround", um de seus programas favoritos, que estavam procurando garotos para o papel de Rony, ele imediatamente mandou sua foto e um auto-resumo, com esperança, mas não grandes expectativas.

Após esperar semanas sem resposta, Rupert ficou sabendo que outros garotos estavam mandando vídeos deles mesmos para aumentar as chances de conseguir o papel. Ele decidiu fazer um também. Ele criou um rap, falando sobre Rony e a razão de estar querendo o papel, e filmou uma pequena cena onde ele interpretava o personagem.

Após todo esse trabalho, ele finalmente foi chamado para inúmeros testes e encontrou com o diretor Chris Colombus e a autora J. K. Rowling. Quando soube que tinha sido escolhido para o papel, Rupert quase desmaiou. A partir dali, sua vida se transformou com o estrelato pela atuação.

Além disso, sua filmografia também conta com produções como "Pum - Emissão Impossível", "Lições de Vida" e, mais recentemente, "Cherrybomb" e "Matador em Perigo", além de participações em seriados.



Desejamos ao Rupert um feliz aniversário!


por Gustavo D.

A volta dos que não foram!

Olá crianças,
Não, eu não morri. E o OG também não vai acabar.
Bem, como a Laís informou ontem, a minha placa tinha queimado. Felizmente ja troquei e o OG voltará a ser atualizado todos os dias. Espero que vocês ainda gostem da gente kkk'

por Gustavo D.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Não é o fim do OG, não se preocupem!

Oi gente, aqui é a Laís, colunista e colaboradora do blog, como vocês já devem saber. O Gustavo, como é uma criatura inteligentíssima, conseguiu queimar a fonte do computador dele, e por isso o OG tá parado desde domingo. Mas não entrem em pânico, porque provavelmente amanhã tudo volta ao normal. Ele me pediu pra avisar vocês, alegando que eu não me preocupava com o Ossos Graúdos e blablabla. Enfim, to aqui provando o contrário. Beijinhos pra todos (:

sábado, 20 de agosto de 2011

Dumby, Dumby...

Mas todo mundo me ama.

por Gustavo D.

Assista ao documentário Who Do You Think You Are? com J.K. Rowling


No final de junho deste ano relatamos que a autora da série Harry Potter, J. K. Rowling, seria convidada especial do programa da BBC1 Who Do You Think You Are?. Tal programa, uma espécie de documentário, realiza pesquisa sobre a descendência de celebridades.

O documentário foi transmitido na noite de quarta-feira na BBC, no Reino Unido, onde as câmeras seguiram J.K. Rowling de Edimburgo a Londres, Paris e até à fronteira franco-alemã em busca da verdade sobre seus antepassados ​​franceses.

Assista ao especial completo de 1 hora nos links a seguir.

por Gustavo D.

Evanna Lynch é selecionada para a Grifinória no Pottermore!

A atriz Evanna Lynch, intérprete de Luna Lovegood e ícone entre os fãs de Harry Potter pela sua paixão pela série, teve acesso prévio ao Pottermore e já foi selecionada para sua casa de Hogwarts.

Apesar de interpretar uma aluna da Corvinal nos filmes, Evanna acabou sendo enviada para a Grifinória e demonstrou surpresa com a novidade. Via Twitter, ela expressou um pouco de suas impressões:
Ahhhh umm errrrrr… Acabei de ser selecionada. Leve crise de identidade. Preciso sentar e processar isso… #pottermore

Estou na Grifinória. #Pottermore #confusão #choque #orgulho #felicidade #LUNANÃOMEDEIXE!!!

Não sei o que fazer. Sinto como se Jo simplesmente tivesse me dito que sou um homem. Estou TÃO absolutamente confusa.

Grifinória! Woahhh, que honra! Estou tão feliz! Mas confusa! Mas alegre! MAS CONFUSA #Pottermore #adeuscorvinal
O Pottermore está abrindo seu acesso lentamente àqueles que completaram o processo da gincana Magical Quill semanas atrás. Se você já está dentro, parabéns! Se ainda não, fique calmo: são realmente poucos os sortudos que ao redor do mundo já estão no Pottermore.

por Gustavo D.

Quando a brincadeira é levada a sério...


Dica do Brunu e da Nane (:
por Gustavo D.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

[Atualizado] Blog do Pottermore é atualizado acerca dos e-mails de Boas-vindas

Como informado anteriormente, começou no mundo inteiro na última terça-feira (16) a fase de testes para o Pottermore, novo projeto de J. K. Rowling. Algumas pessoas já receberam seus e-mails de entrada, enquanto outras ainda esperam agoniadas.

Para acalmá-los, o Pottermore Insider, blog oficial do projeto, foi atualizado explicando o motivo de tanta demora. Confira abaixo o post:
Nós estamos agora há quatro dias no Pottermore Beta e queríamos atualizá-lo sobre como as coisas estão indo.

No início desta semana, enviamos e-mails de Boas-vindas a um pequeno número de usuários beta. Essas pessoas tem estado ocupadas explorando o site, deixando comentários para nos dizer quando gosta de algo, e fazendo sugestões quando encontram algo que eles gostariam que melhorasse. Em apenas quatro dias aprendemos muita coisa e, como resultado, começamos a fazer alterações para melhorar a experiência no Pottermore.

Sabemos que muitas pessoas estão ansiosas para receber seus e-mails de Boas-vindas e que é difícil esperar, mas, como dissemos em nosso post anterior, estamos começando aos poucos a disponibilizar acesso ao Pottermore e para iniciar estamos deixando apenas um pequeno número de pessoas entrar no site.

Embora não possamos dizer exatamente quando você vai receber seu e-mail de Boas-vindas, vamos atualizar este post no blog para que você saiba sempre que um novo lote de e-mails for enviado, então continue visitando o Insider e acompanhando nosso feed no Twitter.

Você ficará satisfeito em saber que enviamos um outro grupo de e-mails de Boas-vindas na última hora.
Lembrando que o Pottermore abrirá a todos em outubro; enquanto isso, só nos resta esperar até que nossos e-mails cheguem e possamos entrar nessa nova experiência.

por Gustavo D.

Sessão de "Relíquias da Morte - Parte 2" em 3D na França entra para o Guinness Book

Já tendo batido muitos recordes de bilheteria, o último filme da série 'Harry Potter', "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2", chegou agora ao Guinness Book, o famoso Livro dos Recordes.

A marca conquistada foi o de maior projeção 3D de cinema digital, que aconteceu durante uma sessão do filme no Palais Ominisports de Paris-Bercy, na França, local onde ocorrem grandes eventos esportivos. Como divulgou o site InAVate, a proporção da tela foi de 29.9x12.33m, tendo uma largura bem maior que as telas de exibição comuns, que têm cerca de 22x9m.

Para essa grande projeção, foram utilizados dois conjuntos de três projetores que puderam trazer essa apresentação de "Relíquias da Morte - Parte 2" em 3D para cerca de 8.500 espectadores. Pascal Gervais, diretor regional da Christie Solaria, empresa que forneceu seus projetores, comentou sobre o recorde:
"Nós estamos muitos orgulhosos de ter feito possível esse recorde mundial por meio da nossa série de projetores Christie Solaria de cinema digital."

por Gustavo D.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

[COLUNA] Entre tapas e beijos

Entre tapas e beijos

Quando o querido aí do Gustavo me pediu pra escrever a coluna, só teve uma exigência: quero algo gigante. Como percebi que minhas colunas eram mais curtas que os pijamas do Rony no final do ano letivo e mais tediosas que as aulas do professor Binns (e por que não queria perder o posto de colunista, claro), resolvi aceitar o desafio. Além do mais, é completamente hipócrita a pessoa que durante a estréia do último filme conseguiu dizer que a Hermione estava com dor de barriga e que a Lílian tinha um bigode (quem, eu?) escrever colunas tão sérias, não acham? Mas aí surgiu a primeira grande dúvida: sobre o que fazer? Pois bem, resolvi cursar Psicologia por dois dias e aí está o resultado do meu TCC: “A relação Rony/Hermione: uma análise dos fatos que a construíram”.


Comecemos pelo começo então. Quem não se lembra o quão adorável foi quando os dois se conheceram? Hermione, com seu jeito mandão e já completamente vestida com o uniforme, invade a cabine de Harry e Rony à procura do sapo de Neville, e vendo a tentativa de Rony de enfeitiçar Perebas, desata a falar com seu jeito sabe-tudo. O menino, é claro, fica muito ansioso para vê-la novamente! “Seja qual for a minha casa, espero que ela não esteja lá”, é o que ele comenta. Mas a situação, para a alegria de todos os fãs, logo muda após aquele incidente com o trasgo. A partir daí, Hermione vira uma boa amiga e uma boa ajudante com os deveres, claro. Mas isso não vem ao caso. Avancemos um pouquinho na história e vamos para “a missão de resgate da pedra filosofal”. Talvez (e isto é apenas um chute de uma mera fã) o fato de Rony ter se “sacrificado” por Harry e Hermione, e de a garota ter voltado ao tabuleiro para pegá-lo tenha criado um pequeno laço entre os dois, que ambos só descobririam mais tarde (Pombas, eles só tinham 12 anos galera).

Então acaba o ano e as férias começam. Harry não tem notícias de seus amigos, já que Dobby interceptava suas cartas, mas a comunicação entre Rony e Hermione segue. É uma das primeiras vezes que podemos notar que sim, os dois se falam sem que o Harry esteja junto! [caras de espanto]. Começa o segundo ano. É o ano em que Hermione cria uma paixonite por Lockhart, algo que Rony usa como motivo de piadinhas sempre que pode. Mas também é o ano em que Rony se mostra bastante querido em relação à menina. Minha nossa, ele vomita lesmas por ela! Sim, porque o motivo desse pequeno problema havia sido causado pelo fato de Draco chamar Hermione de sangue ruim. Há outro episódio, perto do final do ano letivo, em que Draco lamenta que a menina não tenha morrido, ao invés de ser apenas petrificada, e Rony, dando uma de namoradinho protetor, quase parte pra cima dele, mas é impedido por Harry e Dino. No final, todos que foram atacados voltam ao normal e mais um ano em Hogwarts termina feliz.

Pouco antes do início do terceiro ano, Hermione tem a infeliz (ou não) ideia de comprar um gato, o lindo Bichento, o que acaba se tornando o motivo de pequenas brigas entre ela e Rony (não me diga: talvez por que gatos comem ratos?) simplesmente pelo fato de ele ter um rato, o famoso Perebas. Acontece que, em determinado momento da história, Rony acha que Bichento comeu Perebas, o que gera o primeiro “corte de relações” entre os dois bruxos. Os dois param de se falar completamente e, para desespero de muitos, parece ser o fim da amizade entre eles. Mas, como nossa querida tia Jo não seria capaz de uma maldade tão grande, eles voltam a se falar quando descobrem sobre a execução de Bicuço. Rony promete ajudar Hermione a encontrar uma solução, e a menina, em um assomo de agradecimento, se joga em seu pescoço. Sim, finalmente acontece o primeiro abraço dos dois! O garoto, mais desnorteado do que se tivesse levado um balaço na cabeça, acaricia desajeitadamente a cabeça da menina.


Pulando os acontecimentos finais do terceiro ano, vamos direto ao quarto. É neste ano, ninguém pode negar, que tudo muda. Os personagens já estão “mais crescidinhos”, e começam a se enxergar de maneira um pouco diferente. A beleza de Fleur e o Baile de Inverno são os dois motivos principais para que isso aconteça. Mas deixando isso um pouco de lado, tem um pequeno acontecimento ao qual queria dar um pouco de importância. Lembram quando Malfoy lançou aquele feitiço, e os dentes de Hermione cresceram descontroladamente? Pois bem: Rony, junto com Harry, se revoltou diante da indiferença de Snape, e os dois receberam detenções por isso. Mais tarde, já pertinho do Natal, Rony é o primeiro a perceber que Hermione não tinha mais os seus característicos dentões da frente. Agora sim, vamos ao Baile de Inverno. Krum aparece na história, e o ciúme de Rony é tão óbvio que poderia ser escrito em um cartaz e afixado no Salão Principal. Durante o Baile, ao descobrir quem é o par de Hermione, o garoto inventa desculpas mirabolantes para justificar porque ela não deveria ter ido com o búlgaro. Antes fã incondicional do apanhador, Rony passa a nutrir por ele uma espécie de ódio, tudo por causa dessa querida garota dos cabelos de Bombril.

Vamos então para o quinto ano em Hogwarts. Rony, ao descobrir que Hermione ainda mantém contato com Vítor Krum, se mostra extremamente ciumento. Alega que ele não quer “ser só correspondente”, e ainda acrescenta para Harry: “ele é apenas um babaca rabugento, não é?”. É também o ano em que Rony e Harry se mostram um tanto burrinhos em relação à lidar com sentimentos, e Hermione chega a dizer para o ruivinho que ele tem “a amplitude emocional de uma colher de chá”.

Avancemos então para o sexto e último ano do trio como estudantes de Hogwarts. Aqui, os sinais de que há algo entre Rony e Hermione ficam tão óbvios que até um trasgo perceberia. JK afirmou em uma entrevista que o terceiro cheiro que Hermione sente na primeira aula de Poções é do cabelo de Rony. Mas, como para bom entendedor meia palavra (ou nesse caso nenhuma) basta, o silêncio da menina foi tão revelador quanto um dos grossos livros que ela lê. Então, pela segunda vez na trama, os dois param de se falar e começam a travar uma espécie de luta pra ver quem causa mais ciúme no outro. Lilá Brown e Córmaco McLaggen viram praticamente objetos para serem usados como armas. É também nesse período que podemos descobrir certo medo de Harry perante o fato de Hermione e Rony formarem um casal: e se não desse certo e os dois parassem de se falar ou então ficassem tão grudentos que não seria mais possível conviver com eles? A amizade entre os dois só volta após a “experiência de quase morte” de Rony: foi necessário algo desse tipo para Hermione perceber que não valia a pena brigar com o garoto por tão pouco. Mas no final, tudo acaba bem, de certa forma: os dois voltam a se falar normalmente e, para nosso alívio, não há mais nem sinal de Lilá ou McLaggen.


Chegamos então ao último capítulo da saga. Podemos notar que Rony e Hermione começam a ficar mais carinhosos um com o outro e param com tantas briguinhas. Segundo a resposta que Harry dá a Krum, eles até estão “mais ou menos juntos”. Mas aí começam os problemas: Rony acaba “não agüentando a pressão” e deixa a jornada em busca das Horcruxes com a falsa impressão de que Hermione prefere Harry. Aí, enquanto Hermione passa dias chorando, nós leitores ficamos querendo dar uns tapas no Rony e gritar: “Seu retardado, ela te ama!”. E então o que acontece? Ele volta, destrói uma Horcrux e ainda ouve do Harry que ele só ama a Hermione como irmã. Aí respiramos aliviados: tudo vai dar certo afinal. Pulemos então para o trecho que se passa na Mansão dos Malfoy. Eu, particularmente, senti um misto de riso e pena ao ler que Rony grita desesperado por Hermione no sótão sem se preocupar com mais ninguém. Avancemos mais um pouco no livro e então chegamos. O beijo. Finalmente. Depois de quase 10 anos de espera pela maioria dos fãs, de vários “óóóóun” exclamados e vários pensamentos de “como esses dois não se tocam?”, Hermione, encantada com a preocupação de Rony pelos elfos, se atira ao pescoço do menino e lhe dá o beijo que provavelmente originou milhares de gritos de “YES” acompanhados de risadas ao redor do mundo inteiro. JK foi simplesmente genial pelo fato de que, ainda que fosse extremamente obvio que haveria um beijo, as circunstancias no qual este aconteceu o fizeram ser completamente inesperado! E então, bem no finalzinho, constatamos que Hermione e Rony realmente deram certo: se casam e criam uma linda família, e vivem felizes para sempre, e todo o resto que vocês já sabem.

Bem, é isso aí. Espero que tenham gostado da “nova metodologia utilizada”. Foi apenas uma mera homenagem a esse casal tão querido, que tantas vezes nos fez rir durante a série e que nos mostrou que amor e carinho podem estar nos mais incomuns e pequenos gestos.

Laís Seus

por Gustavo D.
Valeu Mariana pelo Email!

[PROMOÇÃO] Garanta já o seu DVD de HP7²

  ||| POST FIXO- Role a página para ver as atualizações! |||
.

QUER GANHAR UM DVD DE HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE PARTE: II?
Então se liga na promoção do OG!
.
Modificamos um pouco a promoção dos fãs no Facebook para alcançar um numero maior de leitores! Exatamente, agora para participar da promoção você pode ser: Seguidor no Twitter, Seguidor no Blogger ou Fã no Facebook!

Para participar algumas regras devem ser seguidas:
  • Curtir nossa página no Facebook, ser seguidor no Twitter ou no Blog!;
  • Ter um endereço de entrega no Brasil;
  • Deixar um comentário nesse post (Contendo: Nome CompletoNome no Face/Twitter ou Nome de seguidor no Blog e Email para contatoO comentário determinará o seu número para sorteio). 
  • Se você nos acompanha em mais de uma rede, você pode concorrer com números de sorteio diferentes! Mas para validar a participação você deve fazer um comentário para cada conta. (Ex.: 1º Comentário - FACEBOOK - Nome completo, Nome no face e Email para contato; 2º Comentário - TWITTER - Nome Completo, Nome no twitter (ex: @ossosgraudos) e Email para contato;  3º Comentário - BLOG - Nome Completo, Nome de seguidor e Email para contato.)
O não cumprimento de qualquer um dos passos acima o desclassifica do sorteio.
.
O sorteio correrá ao completarmos no dia 18 de novembro (Data prevista para o lançamento do DVD).

Dúvidas para: ossosgraudos@hotmail.com


BOA SORTE!

por Gustavo D.

Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte: II

FICHA TÉCNICA
Título original: Harry Potter and the Deathly Hallows: Part Two
Gênero: Aventura
Duração: 130 minutos
Lançamento: 15/07/2011
Direção: David Yates
Roteiro: Steve Kloves
Trilha sonora: Alexandre Desplat
Produção: David Heyman e David Barron

SINOPSE
A segunda parte de "As Relíquias da Morte" mostra Harry, Rony e Hermione em busca das últimas Horcruxes de Voldemort: a taça de Helga Hufflepuff, o diadema de Rowena Ravenclaw e a cobra de Voldemort. Esse é o último capítulo do final épico entre Harry e Voldemort.

O filme começa com o trio em busca da taça de Hufflepuff, uma das Horcruxes, que eles desconfiam estar no Banco de Gringotes, especificamente no cofre de Belatriz. Após o acontecido na Mansão dos Malfoy, quando Belatriz entrou em desespero ao saber que Harry Possua a espada de Godric Gryffindor, os três deduziram que a Horcrux poderia estar por lá. O duende Grampo os ajuda a entrar no banco, o preço é a espada de Gryffindor, mas o trio precisa da espada para destruir as Horcruxes. O duende os engana e rouba a espada.

Harry vê na mente de Voldemort que o diadema está em Hogwarts, então eles vão para o castelo a procura do pequeno objeto, e lá encontram vários amigos, que decidem resistir ao ataque anunciado por Voldemort, e é aí que a Segunda Guerra Bruxa, uma enorme batalha com enormes perdas de ambos os lados, tem início.

ELENCO
  • Adrian Rawlish (Tiago Potter)
  • Alex Crockford (Carlinhos Weasley)
  • Andy Linden (Mundungo Fletcher)
  • Annette Elstob (Mulher jovem)
  • Angelica Mandy (Gabrielle Delacour)
  • Alan Rickman (Severo Snape)
  • Bill Nighy (Rufo Scrimgeour)
  • Bonnie Wright (Gina Weasley)
  • Brendan Gleeson (Olho-Tonto Moody)
  • Carolyn Pickles (Caridade Burbage)
  • Chase Armitage (Caçador de recompensas)
  • Chris Rankin (Percy Weasley)
  • Clémence Poesy (Fleur Delacour)
  • Daniel Radcliffe (Harry Potter)
  • Dave Legeno (Fenrir Greyback)
  • David O'Hara (Alberto Runcorn)
  • David Ryall (Elifas Doge)
  • David Thewlis (Remo Lupin)
  • Devon Murray (Simas Finnigan)
  • Domhnall Gleeson (Gui Weasley)
  • Emma Watson (Hermione Granger)
  • Evanna Lynch (Luna Lovegood)
  • Fiona Shaw (Petúnia Dursley)
  • Geraldine Sommerville (Lílian Potter)
  • Harry Melling (Duda Dursley)
  • Helena Bonham Carter (Belatriz Lestrange)
  • Helen McCrory (Narcisa Malfoy)
  • Imelda Staunton (Dolores Umbridge)
  • Jason Isaacs (Lúcio Malfoy)
  • James Phelps (Fred Weasley)
  • Jamie Campbell Bower (Gerardo Grindelwald jovem)
  • Jon Campling (Comensal da Morte)
  • Joshua Herdman (Gregório Goyle)
  • Julie Walters (Molly Weasley)
  • Maggie Smith (Minerva McGonagall)
  • Mark Williams (Arthur Weasley)
  • Matthew Lewis (Neville Longbottom)
  • Matyelok Gibbs (Tia Muriel)
  • Michelle Fairley (Sra. Granger)
  • Natalia Tena (Ninfadora Tonks)
  • Oliver Phelps (Jorge Weasley)
  • Paul Khanna (Comensal da Morte)
  • Rade Serbedzija (Gregorovitch)
  • Ralph Fiennes (Lord Voldemort)
  • Rhys Ifans (Xenofílio Lovegood)
  • Richard Griffiths (Válter Dursley)
  • Robbie Coltrane (Rúbeo Hagrid)
  • Rupert Grint (Rony Weasley)
  • Sophie Thompson (Mafalda Hopkirk)
  • Stanislav Ianevski (Vítor Krum)
  • Steffan Rhodri (Reg Cattermole)
  • Timothy Spall (Pedro Pettigrew)
  • Tom Felton (Draco Malfoy)
  • Toby Jones (Dobby)
  • Warwick Davis (Grampo)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Feliz aniversário, Helen McCrory!

Hoje (17), a atriz Helen McCrory, intérprete da personagem ficcional Narcisa Malfoy na série 'Harry Potter', está completando 43 anos de idade.

Helen nasceu na cidade de Londres, Inglaterra, no dia 17 de agosto de 1968. Na série 'Harry Potter', a atriz atuou em "Enigma do Príncipe", "Relíquias da Morte - Parte 1" e "Relíquias da Morte - Parte 2".

Sua filmografia também conta com produções como "A Rainha", "Casanova", "O Fantástico Sr. Raposo", além de produções para a televisão e teatro, participações em seriados, entre outros.

Parabéns, Helen!
por Gustavo D.

Mundo Trouxa



Colaboração da linda Júlia Goldbeck!

Sério, eu ri muito.
por Gustavo D.

Bebê Harry Potter recebeu apenas R$ 105 reais por atuar em "Relíquias da Morte - Parte 2"

O bebê Toby Papworth, de 1 ano e 8 meses, apareceu quatro vezes em "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2", esteve em diversos trailers do longa e seu nome consta nos créditos. Entretanto, segundo o tabloide sensacionalista The Sun, o intérprete do bebê Harry Potter, apesar da importância para a história, recebeu de cachê apenas a quantia de 40 libras (aproximadamente R$ 105).

A mãe do garoto, Ashley, que teve de pagar para ver o filme, declarou que não conseguiu acreditar no valor quando recebeu o cheque. Segundo Ashley, a produção prometeu a ela um valor mais alto caso o menino realmente aparecesse no longa, o que não aconteceu.

O pequeno Toby passou um dia no set de filmagens, o que rendeu parte das cenas de memória do personagem Severo Snape, o qual entra no quarto do protagonista após o ataque de Voldemort e a consequente morte de Lílian Potter, a mãe de Harry.

por Gustavo D.

Novos Projetos de Dan e Emma têm novidades

Agora que os filmes da saga Harry Potter acabaram, os atores que a protagonizaram se lançam a novos projetos. Além de Tom Felton, que poderá ser visto nos cinemas na próxima sexta-feira com o filme 'A Origem do Planeta dos Macacos', Daniel Radcliffe e Emma Watson também participam de outros longa-metragens.

Como sabem (ou não), Radcliffe protagonizou o filme 'A Mulher de Preto' (The Woman in Black). O filme chegará aos cinemas ano que vem e ganhou hoje um novo e interessante trailer que mostra mais da história e da bela fotografia do filme. No filme de terror, baseado no livro de mesmo nome da autora Susan Hill, Daniel é o advogado Arthur Kipps. Veja o trailer do terror a seguir:


Além disso, o diretor mexicano Guillermo Del Toro comentou à MTV a escolha de Emma Watson para dar vida à Bela, da história A Bela e a Fera, na refilmagem do clássico da Disney.
“A Bela e a Fera é um desses marcos, mais um Santo Graal, e realmente espero conseguir fazer. Estamos apenas iniciando o processo. É um filme que eu acho que precisa ser feito nos próximos anos, para que Emma esteja perfeita para o papel”
Ao invés de mordenizar a hsitória, o filme permanecerá leal ao contexto da época original.

por Gustavo D.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

[POTTERMORE | Conteúdo Exclusivo] As anotações de Olivaras


As anotações de Olivaras

- Flexibilidade das Varinhas -

As seguintes informações em relação com a largura e a flexibilidade das varinhas foram retiradas de anotações sobre essa matéria feita por Don Garrick Olivaras, fabricante de varinhas.

Muitos dos fabricantes de varinhas simplesmente encontram varinhas para os bruxos segundo a relação entre a altura do bruxo e o comprimento da varinha. Essa medida rudimentar não leva em conta outras considerações importantes. Em minha experiência, as varinhas mais largas podem servir bem a magos mais altos, mas tendem a inclinar-se para as personalidades mais fortes e para aqueles que têm um estilo mais dramático e amplo. As varinhas mais bonitas produzem alguns encantos mais elegantes e refinados. Contudo, os diferentes aspectos da composição de uma varinha não deveriam ser considerados de forma isolada, e o tipo de madeira, seu núcleo e sua flexibilidade também podem contrariar ou potencializar os atributos do comprimento da varinha.

A maior parte das varinhas possuem um comprimento de 23 a 35,5 centímetros. Embora eu tenha vendido varinhas extremamente curtas (20 centímetros e inferiores) e varinhas muito largas (mais de 38 centímetros), essas são muito pouco comuns. No segundo caso havia uma peculiaridade física que fazia necessário o extremo comprimento da varinha. Contudo, as varinhas que são anormalmente curtas, são selecionadas a aqueles com carências no seu caráter, e não porque são muito pequenos fisicamente (muitos bruxos e bruxas baixos são escolhidos por varinhas largas).

A flexibilidade ou a rigidez de uma varinha denota seu grau de adaptação e seu desejo de mudar de dono, ainda que esse fator não deve ser considerado unicamente sem ter em conta a madeira, o núcleo e o comprimento, ou a experiência de vida e o estilo de magia do dono, tudo que deve combinar para fazer da varinha um instrumento único.

- Principais Núcleos das Varinhas -

Ao começar minha carreira, quando via meu pai se esforçar com os materiais de péssima qualidade para os núcleos das varinhas, tais como por fios de pelos de um Cavalo-do-Lago, criei a ambição de descobrir os núcleos de maior qualidade e trabalhar apenas com eles quando chegasse a hora de entrar no negócio da família. E isso é o que eu fiz. Após muitos experimentos e investigação, conclui que só há três substâncias que produzem varinhas de uma qualidade tal, que me orgulharia em dar o meus ilustres nomes: pelo de unicórnio, fibra de coração de dragão e pena de fênix. Cada um desses materiais tão caros e raros possuem suas próprias propriedades que os fazem distintos. As seguintes notas resumem minha investição de cada um dos três Núcleos Supremos. Os leitores devem levar em conta que cada varinha é o produto de sua madeira, seu núcleo e a experiência e natureza de seu dono, e que as tendências de cada um deles podem contrariar ou superar o outro. Essas notas devem ser tomadas somente como uma generalização de um tema bastante complexo.

Unicórnio

O pelo de Unicórnio produz geralmente a magia mais consistente e está sujeito a um menor nível de desvios e bloqueios. As varinhas com núcleos de Unicórnio são as mais difíceis de utilizar para as Artes das Trevas. São as mais fieis de todas as varinhas, e normalmente permanecem unidas a seu primeiro dono com uma relação difícil de romper, independentemente se é uma bruxa ou um bruxo.

As desvantagens do pelo de Unicórnio são que não produzem as varinhas mais poderosas, embora possam compensar com a madeira da varinha, e que tendem a melancolia se não são usadas corretamente e o pelo pode “morrer”, necessitando de uma substituição.

Dragão

No geral, a fibra de coração de dragão produz as varinhas mais poderosas, e com elas se podem realizar os encantamentos mais chamativos. As varinhas de dragão tendem a aprender mais rápido que os outros tipos. Contudo, podem “virar a casaca” se são retiradas do dono original, sempre estabelecendo uma forte relação com o que as tem em posse no momento.

A varinha de dragão é a mais fácil de usar para as Artes das Trevas, embora não enfrentem por elas mesmas. Também, das três, é a que tem mais tendência a produzir acidente, devido ao seu temperamento.

Fênix

Esse é o tipo de núcleo mais raro. As penas de fênix podem produzir uma ampla gama de efeitos mágicos, embora podem levar mais tempo que as varinhas de Unicórnio ou de Dragão para demonstrar. São as que possuem uma maior iniciativa, às vezes atuam independentemente, uma qualidade que muitos bruxos e bruxas não gostam nada.

As varinhas de pena de fênix são sempre as mais desnorteadas na hora de escolher um dono, posto que a criatura que a produziu é uma das mais independentes e distantes do mundo. Essas varinhas são as mais difíceis de dominar e personalizar, e sua fidelidade é difícil de conseguir.

J. K. ROWLING

por Gustavo D.

[POTTERMORE | Conteúdo Exclusivo] O fabricante de varinhas


O fabricante de varinhas

A família de Olivaras tem trabalhado com a fabricação de varinhas mágicas durante muito tempo. Dizem que o nome de Olivaras quer dizer “aquele que possui a varinha de oliveira”, o que sugere que o Olivaras original chegou na Grã-Bretanha vindo de um país mediterrâneo, já que as oliveiras não são nativas do Reino Unido. O senhor Olivaras crê que seus primeiros antepassados nesse país chegaram com os romanos, e montaram um posto (mais tarde uma loja) para vender aos magos britânicos cujas varinhas eram um desenho muito rudimentar e muito instável.

Se pode dizer que o senhor Olivaras é o melhor fabricante de varinhas do mundo, e muitos estrangeiros viajam a Londres para comprar uma de suas varinhas em vez de adquiri-las nas suas terras de origem. O senhor Olivaras cresceu no negócio familiar, e nele exibiu um precoce talento. Tinha a ambição de melhorar o núcleo e a madeira das varinhas usadas até agora e desde sua infância se afeiçoou, um pouco fanaticamente, com a ideia de encontrar a varinha ideal.

Antes de que o senhor Olivaras fizesse parte do negócio, os bruxos usavam uma grande variedade de núcleos nas suas varinhas. Frequentemente, um cliente levaria ao fabricante de varinhas uma substância mágica que estavam apegados, que tiveram herdado ou a que sua família tinha uma fé cega (como se vê no núcleo da varinha de Fleur Delacour). Contudo, o senhor Olivaras era um purista que insistia que as melhores varinhas não se obtêm colocando os bigodes de um Amasso (nem o talo de qualquer arbusto tremulante que alguma vez salvou o pai de um bruxo morrer envenenado, nem a juba de algum Cavalo-do-Lago que conheceu uma bruxa de férias na Escócia) no núcleo da madeira favorita do cliente. As melhores varinhas, pensava ele, teriam núcleos com substâncias mágicas imensamente poderosas, que se encerravam cuidadosamente nas madeiras especialmente selecionadas e que complementavam. O resultado deveria, então, completar-se encontrando um dono com que a varinha teria muita afinidade. Embora no princípio esse método revolucionário de fabricar varinhas foi recebido muito relutantemente, enfim ficou óbvio que as varinhas de Olivaras eram infinitamente superiores a qualquer outra que tivera sido fabricada anteriormente. Seus métodos de encontrar madeiras e substâncias para o núcleo, combinado-as e encontrando o dono ideal, são segredos sigilosamente guardados e muito bem protegidos contra os seus rivais.

Data de nascimento: 25 de Setembro
Varinha: anciã e fibra de coração de dragão, doze polegadas e três quartos, uma curva pequena.
Casa de Hogwarts: Corvinal
Habilidades especiais: um conhecimento sem igual quanto a arte de fabricação de varinhas.
Parentesco: pai bruxo, mãe nascida trouxa.
Família: casado, um filho e uma filha (falecida)
Atividades extras: nenhuma; sua profissão é sua obsessão.

J. K. ROWLING

por Gustavo D. 

Mundo Trouxa: Fotos Históricas...

Elvis Presley no exercito

Beatles no comecinho da carreira

Família Bin Laden. Osama é o circulado 

 
Hollywood antigamente

 
John Lennon dando autógrafo a seu assassino

Chukis Norris e Bruce Lee

 
Primeiro computador do mundo

 
Boletim escolar de Albert Einsten

Titanic antes de zarpar... 

 
Momento em que Bush fica sabendo do atentado nas Torres Gemeas

Bob Marley no Brasil

Silvio Santos novo

Onde agora é o Cristo Redentor... um butequinho.
 
Brasília antigamente

Primeiro Mc donalds

por Gustavo D.