Subscribe:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 7 de agosto de 2011

Querido Fred,
A mamãe me sugeriu escrever esta carta, ela me disse que eu me sentiria melhor. Não vejo como, porque você não pode ler isso e eu não vou ver a sua reação sobre ela, mas eu não tenho o que perder, então aqui vai.
Já faz um ano que você morreu. Tudo mudou, e ainda é a mesma coisa. A “Gemialidades Weasley” está indo bem. Ron está me ajudando com isso. Não é o mesmo sem você. Ele não gosta das minhas piadas tanto quanto você gostava.
Eu sinto sua falta. Eu fico pensando sobre eu nunca ter me despedido de você e sobre como eu nunca falei que te amo. É, eu te amo. Eu espero que você soubesse disso mesmo que nós não falássemos muito isso um para o outro.
Estou lutando, Fred. Não vou mentir. E pareço estar bem, conto piadas, dou gargalhadas, mas meu coração está doendo. Eu quero te tocar, te abraçar, escutar sua risada novamente. Eu fico rezando para que você esteja feliz, para que você esteja se divertindo com a Tonks, e incentivando o Lupin a se iluminar. E claro, que você esteja com o Dumbledore. Sempre há festa quando ele está por perto.
Você sente minha falta? Você pensa em mim? Você deseja que ainda estivesse aqui comigo? Você se lembra dos bons tempos que tivemos juntos? Eu lembro. Todos os dias.
Eu vou para de escrever agora. Eu só queria que soubesse: eu te amo.

Do seu parceiro de crime,
George.

por Gustavo D.

3 comentários:

  1. Vou ali juntar os pedaços do meu coração e já volto.

    ResponderExcluir
  2. Bah.. e a emoção?? Nossa.. essa carta foi, err.. sem palavras! >.<

    ResponderExcluir