Subscribe:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 29 de setembro de 2012

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Feliz aniversário, Olivaras


Dia 25 de setembro é aniversário de Olivaras. Dono da única loja de varinhas do Beco Diagonal, ele descende de uma grande família de fabricantes de varinhas e sempre manifestou interesse pela arte de seu clã. Decidiu estudar a fundo a composição das varinhas e, então, resolveu que só usaria três dos melhores componentes ao fazer as suas: penas de fênix, cordas de coração de dragão e cabelo de unicórnio.
Olivaras é mestiço e pertenceu à casa Corvinal em Hogwarts. Talentoso e aplicado, tinha verdadeira obsessão na busca pelos melhores e mais eficazes instrumentos para preparação de varinhas, o que levou muitos anos de sua vida. Sua primeira aparição nos livros foi na própria Pedra Filosofal, onde ele vende a varinha de núcleo pena de fênix para Harry Potter. Depois aparece em Cálice de Fogo examinando as varinhas dos concorrentes do Torneio Tribruxo afim de ver se as mesmas estavam aptas a participar do evento. Em Enigma do Príncipe, há rumores de que ele fora sequestrado pelos Comensais da Morte de Voldemort, então se estende uma preocupação geral acerca de quem, então, fabricará as varinhas dos novos bruxinhos ingressantes à Hogwarts. E, finalmente, em Relíquias da Morte, ele é resgatado do porão da mansão dos Malfoy por Dobby e levado ao Chalé das Conchas, que pertence à Gui Weasley e Fleur Delacour.
Depois de se recuperar do sequestro de Voldemort, o qual fragilizou seriamente sua saúde, Olivaras volta a exercer sua profissão amada até, presume-se, o fim de sua vida. Desejamos muita sorte e disposição à esse velho bruxo que, sem dúvida alguma, ajudou gerações e gerações com suas descobertas e dedicação à arte do preparo de varinhas.


Jk vai para a....

 
JKvai para a.... Lufa-Lufa! (Lufanos aplaudindo da Mesa da Lufa-Lufa).
 

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Série professores de Hogwarts: Remus Lupin

 

Nascido em 10 de março de 1960, Remo é um bruxo mestiço. Pouco se sabe sobre sua família; apenas que seu pai, de alguma forma ofendeu o lobisomem Fenrir Greyback quando Remo tinha 8 anos. Como vingança, Greyback mordeu o menino. Era muito perigoso quando transformado e por isso seria impossível frequentar Hogwarts. Mas quando o menino completou a onze anos, Dumbledore assumiu a direção da escola e permitiu que o menino estudasse na instituição, mantendo sua condição em segredo. Remo chega a Hogwarts em setembro de 1971, vindo a pertencer à Grifinória. Dumbledore tomou alguns cuidados especiais antes da chegada do menino, visando a proteção dos estudantes, professores e do próprio Lupin. Foi construído um túnel dos jardins da escola até uma casa no povoado de Hogsmeade, nas proximidades do castelo. À entrada do túnel nos jardins foi plantado estrategicamente um Salgueiro Lutador. Remo poderia se esconder nesta casa durante a lua cheia; suas transformações eram tão violentas que os moradores de Hogsmeade acreditavam que a casa, então chamada de Casa dos Gritos, fosse assombrada por fantasmas. Por causa de sua condição, Lupin não teve amigos até chegar a Hogwarts. Foi na escola que ele conheceu aqueles que viriam a se tornar seus melhores amigos: Tiago Potter, Sirius Black e Pedro Pettigrew, formando um quarteto demoninado Marotos.
No quinto ano de Hogwarts (1975-76), Lupin foi nomeado monitor, numa tentativa da direção da escola de controlar os rebeldes Tiago e Sirius. Infelizmente, Lupin jamais conseguiu este feito: por medo de perder a amizade dos dois, o monitor nunca tentou impedir que os amigos fizessem toda sorte de brincadeiras de mau gosto com outros estudantes, em particular Severo Snape. Depois de adulto, Lupin viria a se sentir culpado por sua atitude passiva. Nesse mesmo ano, Tiago, Sirius e Pedro ilegalmente se tornaram Animagos. Em suas formas animais (respectivamente um cervo, um cão negro e um rato), os três podiam fazer companhia a Lupin durante a transformação, visto que lobisomens atacam apenas humanos. Uma noite, durante o sexto ano, Sirius contou a Snape como driblar o Salgueiro Lutador e entrar no túnel que levava à Casa dos Gritos - sem lhe dizer, no entanto, que lá encontraria Lupin transformado em lobisomem. Snape teria sido mordido ou até morto se Tiago não aparecesse no último minuto e o protegesse. Graças a esse incidente, Severo jamais perdoou Sirius, pela brincadeira inconsequente, e Tiago, com quem ficou em dívida por ter a vida salva por ele. Snape guardaria segredo sobre a licantropia de Lupin, mas anos mais tarde usaria esta informação contra o então colega.  
Lupin, Pertecenceu a Ordem da Fênix e lecionou em Hogwarts durante o ano letivo de 1993-94, escondendo de todos sua condição de lobisomem com bastante sucesso. Com seu grande conhecimento a respeito das criaturas das trevas e de como subjugá-las, além de uma personalidade agradável e gentil, Lupin conquistou os estudantes; grande parte deles o considerava o melhor professor da escola. Durante este período, Lupin conseguia controlar suas transformações tomando diariamente a poção Mata-Cão (Wolfsbane, no original), a qual lhe era preparada por Snape, agora professor de Poções. A Mata-Cão, uma poção relativamente recém-criada, de difícil preparo e sabor desagradável, permitia que o usuário mantivesse uma mente humana ainda que não impedisse a transformação física. Com ela, Lupin podia se manter em Hogwarts sem oferecer riscos aos alunos.
Lupin nunca disse a Dumbledore que Sirius era um Animago. Com a ajuda do Mapa do Maroto, que se encontrava com Harry nessa época, o professor descobriu que Sirius estava na Casa dos Gritos e pôde confrontá-lo. Infelizmente, com a confusão, Lupin esqueceu de tomar a poção Mata-Cão; era noite de lua cheia e sua transformação foi violenta, mas Sirius - em sua forma animal - conseguiu detê-lo, evitando que ele atacasse Harry, Rony e Hermione. Snape utilizou a oportunidade para divulgar para todos o segredo de Lupin. Sabendo que teria que enfrentar a rejeição dos pais dos estudantes, o professor de Defesa Contra as Artes das Trevas optou por abandonar o cargo antes que o boato abalasse a moral de Dumbledore. Casou-se com a Auror Tonks e teve um filho: Teddy que foi  criado pela avó Andrômeda, após a morte dos pais durante Batalha de Hogwarts.

 
 

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Feliz aniversário, Hermione!


Hermione Jean Granger, nascida em 19 de setembro de 1979, completa hoje 33 anos. Parabéns à filha de dentistas trouxas, à nossa sabe-tudo grifinória (com um quê corvinal), à estudante que no primeiro ano obteve 120% em feitiços e fez uso excepcional do raciocínio lógico, àquela que era a única a conseguir manter-se acordada nas aulas do professor Binns, àquela que valoriza mais a amizade e a bravura que a inteligência, à bruxa mais inteligente da sua idade, àquela que tem o coração no lugar, àquela que quando em dúvida recorre sempre à biblioteca, à grande defensora dos direitos élficos e fundadora do F.A.L.E., à idealizadora da Armada de Dumbledore, à voz da razão, à salvadora do trio, à melhor amiga de Harry Potter, à heroína de guerra, à esposa de Rony Weasley, à mãe de Rosa e Hugo, a uma das personagens mais icônicas de todos os tempos... Feliz aniversário, Mione!
 
 


Os gêmeos

 

Nós também, Harry...

 
 

terça-feira, 18 de setembro de 2012

NEM PRECISA DE TÍTULO 'SAPORRA!

Interrompi minhas férias em do OG pra mostrar essa afronta pra vocês!


DEPOIS NÃO SABEM POR QUE EXISTE BRIGA ENTRE AS SÉRIES!

O modo certo


Imagem

 
 

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Série Professores de Hogwarts: Quirinus Quirrell

 
 

Quirinus Quirrell, nasceu em 26 de setembro, foi aluno da Corvinal,  e pertenceu ao grupo de funcionários de Hogwarts, exercendo o cargo de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas entre 1991-1992. Quirrell provavelmente era um Comensal da Morte, já que estava seguindo ordens de Lord Voldemort.
 
        Segundo informações divulgadas por J.K. Rowling num chat da Bloomsbury em 30 de julho de 2007, Quirrell ocupava o cargo de professor de Estudo dos Trouxas antes de Defesa Contras as Artes das Trevas. Era um homem  de comportamento muito tímido, É visto novamente conversando com o professor de poções, Severo Snape durante o banquete de abertura das aulas. Quirrell usava contantemente um  turbante roxo, que, segundo ele, fora um presente de um príncipe africano. 

Durante a festa de Halloween, Quirrell adentra no salão para avisar a todos de que havia um Trasgo nas masmorras. Harry, Rony Weasley e Hermione Granger acabam por suspeitar que Snape pretendia roubar a Pedra Filosofal, fortemente guardada por um cão de três cabeças, pois Harry observou que o Mestre de Poções tinha um ferimento na perna semelhante a uma mordida. Mas Harry surpreeende-se ao chegar na câmara onde está a pedra, ao ver que quem estava querendo roubá-la não era Snape, mas Quirrell.

Enfim, conhecemos toda a verdade sobre Quirrell. Durante suas viagens pela Europa, Quirrell acaba esbarrando com Voldemort semi-vivo que lhe oferta poder e reconhecimento. Quirrell aceita se juntar ao bruxo das trevas e volta a Inglaterra com ele.

A princípio, Voldemort manda Quirrell roubar a Pedra Filosofal no banco Gringotes mas a Pedra havia sido retirada pouco antes por Hagrid, seguindo as ordens de Alvo Dumbledore. Depois do fracasso da tentativa, Voldemort acaba por possuir o corpo do jovem professor, fazendo com que sua cabeça surja atrás da cabeça de Quirrell; e é exatamente por isso que ele usa o famoso turbante.

Para manter Voldemort vivo, Quirrell é obrigado a matar unicórnios, cujo sangue oferece uma semi-vida a quem bebe-o.

Havia sido Quirrell quem deixara o Trasgo entrar na escola, na esperança de que todos desviassem sua atenção para o fato. Então, tenta roubar a Pedra, mas é impedido por Snape, que tem sua perna mordida por Fofo. Quirrell embebeda Hagrid e lhe dá um ovo de dragão como presente; em troca ele descobre como passar pelo cão. Manda uma carta para Dumbledore, dizendo ser do Ministério da Magia, o que faz com que o diretor se afaste da escola. Aproveitando a situação, Quirrell volta a tentar roubar a Pedra, perseguido por Harry, Rony e Hermione, que acreditavam estar seguindo Snape.

Já na sala da Pedra, Quirrell retira seu turbante, revelando a face de Voldemort atrás de sua própria cabeça. Voldemort ordena que ataque Harry mas o professor morre na tentativa: já que está possuído por Voldemort, não pode tocar em Harry, que recebera uma proteção de sua mãe, Lílian Potter, quando ela morreu tentando salvá-lo.

 
 

sexta-feira, 14 de setembro de 2012